Notícias
quinta, 14 de maio / 2020

O Núcleo de Estudos Sociopolíticos (Nesp) da PUC Minas e Arquidiocese de Belo Horizonte disponibilizou em seu site (nesp.pucminas.br) todas as suas publicações.

 Os livros e cartilhas tratam de variados temas de política, sociedade e religião, entre outros. São nove cadernos temáticos e três cartilhas sobre eleições.

Veja, em síntese, os conteúdos disponibilizados no site:

 

Caderno Temático n. 9: Na cidade: micropolíticas e modos de existência (2019)

Nas grandes cidades convergem interesses econômicos e políticos, constituindo-se em locus privilegiado para a produção de modos de ser e de viver. A organização espacial da sociedade espelha claramente as relações de poder ali presentes. É nesse contexto que se passam as experiências aqui focalizadas: práticas que promovem uma re-apropriação coletiva dos espaços, das culturas, dos saberes locais. Percorrem-se espaços públicos e institucionais com o propósito de estranhar o cotidiano, reunindo experiências que estimulam relações sociais pacíficas e solidárias.

Cada um dos 12 textos e a introdução podem ser acessados no link: https://nesp.pucminas.br/index.php/cartilhas/

 

Caderno Temático n. 8: Religião, política e transformação social: experiências de fé (2018)

Este livro – uma parceria entre o Nesp e o Cefep – reúne reflexões sobre os desafios contemporâneos da democracia contemporânea num contexto de descrédito das instituições e de negação da política como meio de transformação social. Na segunda parte, concentram-se leituras sobre os desafios de uma ação política que coloquem a Igreja Católica "em saída", como propõe o Papa Francisco. Por fim, apresentam-se depoimentos de mulheres que, engajadas na ação social e política, realizam sua fé cristã.

Acesse a edição completa, aqui: https://nesp.pucminas.br/wp-content/uploads/2019/05/2018-Caderno-Tem%C3%A1tico-n.-8-Religi%C3%A3o-pol%C3%ADtica-e-transforma%C3%A7%C3%A3o-social-eletr%C3%B4nica.pdf

 

Caderno Temático n. 7: Democracia em crise: o Brasil contemporâneo (2017)

Publicado sob o calor dos acontecimentos políticos que abalaram a ordem democrática brasileira, este livro se organiza em três partes. A primeira delas lança luz sobre a crise da democracia que, de maneira mais ampla, afeta diversos países do Ocidente capitalista. A próxima seção analisa a escalada e a expansão do conservadorismo político e econômico no Brasil. Por fim, a última parte do livro reúne artigos que refletem sobre os desafios da participação social e os impasses da democracia após o golpe de estado de 2016.

Esta publicação está dividida em dois arquivos. A primeira parte, aqui: https://nesp.pucminas.br/wp-content/uploads/2019/07/Livro-Democracia-em-crise-o-Brasil-contempor%C3%A2neo-Parte-I.pdf e a segunda parte, aqui: https://nesp.pucminas.br/wp-content/uploads/2019/07/Livro-Democracia-em-crise-o-Brasil-contempor%C3%A2neo-Parte-I.pdf

 

Caderno Temático n. 6: A convivência com o semiárido: fé, política e resistência (2016)

Este número dos Cadernos resulta de uma parceria entre o Nesp e o observatório Social do Nordeste. Nele se faz uma clara oposição a certa visão que tradicionalmente atribui os problemas do Nordeste à seca, cuja solução seria a construção de obras portentosas – um modelo que enriquece poucos à custa da grande maioria da população. A convivência com o semiárido orienta o desenvolvimento sustentável por meio do incentivo a práticas econômicas adequadas às potencialidades e aos limites daquele ecossistema.

Esta publicação pode ser acessada na íntegra, aqui: https://nesp.pucminas.br/wp-content/uploads/2016/08/Miolo_Cadernos-Tem%C3%A1ticos-do-NESP-A-conviv%C3%AAncia-com-o-semi%C3%A1rido-1.pdf

 

Caderno Temático n. 5: Igreja e sociedade: análises em perspectiva (2015)

Na primeira parte desta edição, o leitor é confrontado com os desafios vividos pela Igreja Católica para manter atual, nestes tempos, a mensagem do Evangelho. Na segunda parte do livro, o leitor é convidado a refletir sobre o papel que os meios de comunicação têm desempenhado na sociedade brasileira em um período de contestação das instituições e dos valores democráticos. A terceira parte é dedicada à análise do impasse que, na época desta publicação, já vinha se instalando na sociedade brasileira e que viria a culminar numa severa ameaça à democracia no País. Finalmente, a quarta parte deste livro reúne documentos que marcaram a fundação e a trajetória do Núcleo de Estudos Sociopolíticos – o Nesp.

Este livro é acessado no link: https://nesp.pucminas.br/wp-content/uploads/2016/08/Livro-Cadernos-Tem%C3%A1ticos-do-NESP-Igreja-e-Sociedade_FINAL.pdf

 

Caderno Temático n. 4: 50 anos do golpe civil-militar: a Igreja e a Universidade (2014)

O quarto livro da série Cadernos Temáticos foi produzido para relembrar o golpe civil-militar que mergulhou o Brasil em décadas de arbítrio, autoritarismo e violência de Estado. Passado meio século desde o 31 de março de 1964, nada há a comemorar. Todo motivo de festa está associado não ao golpe, mas à vida de tantas pessoas que ousaram pensar que um modelo diferente era necessário e possível. Este livro tem o intuito de deixar ressoar essas variadas vozes que reavivam a memória dos fatos ocorridos no Brasil a partir de 1964.

Acesse o conteúdo completo em: https://nesp.pucminas.br/wp-content/uploads/2019/07/Livro-50-anos-do-golpe-civil-militar-final.pdf

 

Caderno Temático n. 3: Fé, política e cidadania: pesquisas (2013)

Este terceiro caderno conjuga em seu título três questões que integram a existência do cristão no mundo: a vivência da fé, a ação política e o exercício da cidadania. Aqui se apresentam os resultados de pesquisas que têm em comum o propósito de promover a reflexão sobre a ação dos cristãos católicos na Arquidiocese de Belo Horizonte, com vistas ao aprimoramento de sua atuação no firme propósito de construção de uma sociedade justa e fraterna.

Acesse aqui: https://nesp.pucminas.br/wp-content/uploads/2020/05/NESP.-Caderno-Tematico-n.-3-F%C3%A9-pol%C3%ADtica-e-cidadania-pesquisas.pdf

 

Caderno Temático n. 2: Ética e corrupção: dilemas contemporâneos (2012)

Este segundo caderno temático é fruto de uma parceria entre o Nesp, o Departamento de Filosofia da PUC Minas e o Ministério Público Estadual que juntos promoveram, em 2012, o seminário Ética e Corrupção: dilemas contemporâneos. O seminário integrou dois outros projetos mais amplos. O primeiro, "O que você tem a ver com a corrupção", desenvolvido pelo MPE; o segundo, "Eleições 2012: voto na cidade", realizado pelo Nesp. Esta publicação traz o registro do seminário, discutindo os dilemas éticos frente à corrupção na vida cotidiana; os conflitos e contradições da cobertura midiática sobre o tema; e a presença da corrupção na política.

Acesse o livro completo em: https://nesp.pucminas.br/wp-content/uploads/2019/05/2012-Caderno-Tem%C3%A1tico-n.-2-%C3%89tica-e-corrup%C3%A7%C3%A3o.pdf

 

Caderno Temático n. 1: Acompanhamento do Legislativo: o que é e como fazer (2011)

A série Cadernos Temáticos do Nesp foi inaugurada com uma proposta metodológica de acompanhamento das atividades do Poder Legislativo. Neste livro apresenta-se um projeto que foi desenvolvido ao longo de três anos pelo Nesp, em virtude do qual foi criado e difundido um instrumental metodológico que, ofertado à sociedade civil, pudesse fomentar o desenvolvimento da participação política ativa dos cidadãos junto ao Parlamento estadual e municipal, visando ao incremento de ações voltadas para o monitoramento dos poderes públicos.

Acesse aqui: https://nesp.pucminas.br/wp-content/uploads/2016/08/Subs%C3%ADdio-sobre-o-Acompanhamento-do-Legislativo-1.pdf

 

Também estão disponíveis cartilhas, como Organizando grupos de fé e política (2007), que tem a finalidade de estimular a criação de grupos de reflexão e ação política. Foi elaborada para ser um suporte para os que acreditam que a política é um meio importante para a consolidação de uma sociedade mais humana. Deverá ser usada em grupos de pessoas que querem crescer na fé cristã e na participação cidadã. Este subsídio faz parte de um projeto que, em cada ano eleitoral, o Nesp realiza com o objetivo de provocar a discussão sobre questões candentes da sociedade brasileira.

Leia a cartilha, aqui: https://nesp.pucminas.br/wp-content/uploads/2016/08/Organizando-Grupos-de-F%C3%A9-e-Pol%C3%ADtica-1.pdf

 

Assessoria de Comunicação

PUC Minas Poços de Caldas

comunic@pucpcaldas.br

...

terça, 05 de maio / 2020

A PUC Minas destaca-se mais uma vez em ranking que mede indicadores como impacto social e inovação, entre outros. Desta vez, trata-se do ranking mundial de instituições SCImago (SIR), em que a Universidade foi a única particular de Minas Gerais a ser incluída.  Entre as 317 instituições da América Latina participantes, a Universidade ocupa a 44ª  posição no indicador Impacto Social e 49ª na Inovação. No indicador Pesquisa, a Universidade ocupa a 84ª posição.

No total, 3.897 instituições foram avaliadas em todo o mundo.A lista é encabeçada pela USP, seguida pelal Universidade Nacional Autonoma de Mexico, Unesp, Unicamp e UFRJ. Considerando-se as 133 universidades brasileiras participantes, a PUC Minas destacou-se também nos indicadores relacionados à Inovação e ao Impacto Social, ocupando respectivamente a 33ª e 37ª posições, e a posição 65 no quesito Pesquisa.

O ranking acadêmico tem um grande enfoque na investigação. O SIR combina três conjuntos de indicadores baseados no desempenho no nível da investigação (50%), outputs de inovação (30%) e impacto social (20%).

Times Higher Education Impact Ranking 2020

Também foi divulgado em abril o Times Higher Education Impact Ranking, que avalia o comprometimento e o impacto social das ações desenvolvidas pelas universidades, diante dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), considerando três grandes áreas: pesquisa, extensão e administração. Dos 17 itens avaliados, a PUC Minas ficou entre as 200 melhores do mundo na promoção de ações para a paz, da justiça social e fortalecimento das instituições de todos os níveis.
 
Pela terceira vez a Universidade está presente no ranking da Times Higher Education, tendo se classificado entre as melhores na edição mundial dessa pesquisa em 2018 e entre as melhores universidades dos países de economia emergente em 2019.

 

Assessoria de Comunicação

PUC Minas Poços de Caldas

comunic@pucpcaldas.br

...

terça, 05 de maio / 2020

A PUC Minas está entre as 50 melhores Instituições de Ensino Superior do país selecionadas pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão do MEC, para a distribuição de cotas de bolsas previstas para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) e para o Programa de Residência Pedagógica, todas destinadas aos cursos de licenciatura. Para o edital do Pibid participaram 294 IES e para o referente à residência pedagógica, 270. Esse resultado preliminar foi divulgado pela Capes nesta quarta-feira, 29 de abril.

Tais programas são destinados à qualificação e vivência de alunos do ensino superior na docência em escolas públicas e particulares da educação básica. Em uma seleção em que a imensa maioria das participantes foram instituições públicas, a Universidade alcançou uma excelente pontuação no edital para bolsas do Pibid, com 895 pontos na análise de mérito, em uma pontuação máxima de 1.000, considerada pelo edital. Já a pontuação de avaliação de indicadores foi de 377,34, numa pontuação máxima de 500. O total de pontos foi de 1.272.34, bem próximos dos 1.443.95 da primeira classificada. Com relação ao edital para bolsas de residência pedagógica, alcançou 389.45 pontos na avaliação de indicadores, em um total de 500; 889 pontos na análise de mérito, numa pontuação máxima de 1.000; e um total de 1.278.45, também próximo da pontuação total de 1.426.69 da instituição classificada em primeiro lugar nesse edital.

A PUC Minas conta com 10 cursos de licenciatura muito bem avaliados pelos indicadores do MEC: Ciências Biológicas, Educação Física, Ciências Sociais, Filosofia, Física, Matemática, Geografia, História, Letras e Pedagogia.

 

Assessoria de Comunicação

PUC Minas Poços de Caldas

comunic@pucpcaldas.br

...

terça, 05 de maio / 2020

A PUC Minas, em parceria com a Microsoft, oferece oportunidade de formação em Inteligência Artificial através do programa AcademIA Microsoft. As inscrições já estão abertas a alunos e professores de todos os cursos de graduação e pós-graduação da Universidade. "O participante pode aprender a criar inteligência artificial para áreas como educação, gestão, finanças, saúde, manufatura, governo, varejo e marketing. É um benefício exclusivo que coloca os alunos da PUC Minas alinhados às tendências da 4ª revolução industrial", explica o coordenador do programa na PUC Minas, professor Sandro Jerônimo.

O programa oferece conteúdos mais técnicos ou de gestão e o participante opta por qual caminho seguir. É possível também realizar exame de certificação oficial Microsoft, com validade internacional (Exame AI-100 - Desenhando e implementando uma solução de Inteligência Artificial no Azure).

Professores de disciplinas de graduação e pós-graduação também estão se engajando no programa AcademIA Microsoft para incentivar os alunos a aprenderem tecnologias modernas de inteligência artificial contextualizadas com o conteúdo acadêmico.

Para mais informações e inscrições, acesse: http://icei.pucminas.br/academiamicrosoft.

Desafio de Inteligência Artificial PUC Minas

A parceria traz ainda o Desafio de Inteligência Artificial PUC Minas que favorece visibilidade para os participantes ao oferecer um ranking público com as conquistas e avanços no aprendizado de conteúdos realizados. Os participantes terão até o dia 30 de junho para fazer os cursos e somar pontos, podendo receber visibilidade profissional e garantir pontuação em disciplinas de graduação e pós-graduação elegíveis.

 

Assessoria de Comunicação

PUC Minas Poços de Caldas

comunic@pucpcaldas.br

...

quarta, 29 de abril / 2020

O Núcleo de Inteligência Social da PUC Minas (NIS), uma parceria entre a PUC Minas e a Child Fund Brasil, desenvolveu o Atlas Interativo Covid-19. O atlas torna possível a visualização espaçotemporal de casos confirmados da doença. Os dados de casos confirmados e mortes podem ser visualizados em diferentes escalas cartográficas: grandes regiões ou unidades da federação  para dados do Brasil e mesorregiões e municípios para o estado de Minas Gerais. É possível ainda estabelecer a relação entre densidade demográfica e incidência da Covid-19 (por 100 mil habitantes) no Estado e variações no número de pacientes que precisaram de atendimento em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), comparando as internações nos anos de 2019 e 2020.

"O objetivo do Atlas Interativo é oferecer uma visão espaço-temporal da situação da Covid-19 no Brasil e em Minas Gerais, oferecendo também uma ferramenta educacional que permita a avaliação da pandemia por professores e alunos", afirma o professor Paulo Fernando de Carvalho, coordenador do NIS e professor do Programa de Pós-graduação em Geografia – Tratamento da Informação Espacial. O Atlas Interativo está disponível pelo endereço: http://nis.org.br/monitoramento-covid-19/

O NIS tem o objetivo de contribuir com o desenvolvimento de tecnologias de inteligência social dirigidas ao Terceiro Setor e é uma parceria com a Child Fund Brasil, organização que trabalha pelo desenvolvimento de crianças em situação de privação, exclusão e vulnerabilidade social.

 

Assessoria de Comunicação PUC Minas Poços de Caldas

comunic@pucpcaldas.br

...

Conecte-se a PUC          

Fale com a gente

Av. Pe. Cletus Francis Cox, 1.661 – Jardim Country Club
37.714-620 – Poços de Caldas – Minas Gerais

Telefone: (35) 3729-9200